Hábitos financeiros que você deve cultivar

Tenha uma reserva de emergência

A reserva de emergência ajuda você a lidar com os imprevistos. Esses imprevistos podem ser desde uma oportunidade de viagem até um tratamento médico, por exemplo.

Comece com um percentual pequeno da sua renda e aumente com o passar do tempo. É indicado guardar ao menos 6 meses de renda.

Recomendo também manter uma parte da reserva investida em aplicações conservadoras com alta liquidez, caso seja necessário resgatá-la antes do vencimento.

Conheça a sua vida financeira: gastos e investimentos

Procure saber para onde o seu dinheiro está indo, revisando os seus gastos e entendendo-os. Anotar todos os gastos é algo simples, porém feito por poucos. Revise os seus hábitos de consumo e pense em como podem afetar seus investimentos.

Saiba quanto dinheiro você tem e como (onde, em quais fundos, a quais juros) está investido.

Liste seus planos de previdência, seguro de vida e imóveis. Tenha uma visão clara de todos os seus ativos!

Planeje uma revisão mensal de suas finanças.

Diversifique seus investimentos

Recomenda-se investir em setores diversos da economia. O lugar correto varia conforme o perfil e os objetivos de cada indivíduo. É possível investir em fundos, ações, mercado imobiliário ou na criação de fontes de renda diversas.

Pense na aposentadoria

Cada pessoa deve planejar o seu futuro levando em consideração o ritmo de vida, de trabalho e o padrão financeiro que deseja ter em uma determinada fase da vida. Aposentadoria não significa necessariamente a terceira idade ou o término completo da vida economicamente ativa. Pensar somente no curto prazo é um erro comum, porém é importante lembrar que o quanto antes você começar a se preparar, mais liberdade de escolhas terá no futuro.